Conferência Anual do Distrito 1970

Sexta-feira, começou a Conferência anual do Distrito Rotário 1970, a que pertence o Rotary Club de Vila Real, o meu clube há 17 anos. O local escolhido para a conferência foi o Campus da Universidade Lusíada, Norte, situado na Rua Lopo de Carvalho, no Porto

No Sábado, como Presidente da Comissão Distrital da Rotary Foundation, falei sobre os projetos que o Distrito desenvolveu. Foram muitos e todos com o objetivo de melhorar a vida das pessoas.

O Distrito, em parceria com o outro distrito português, o 1960, colaborou na reflorestação do nosso Portugal com a plantação de mais de 89000(89 mil) árvores, no centro do País e no Marão e Alvão. Neste último foram os Rotary Clubes de Trás-os-Montes que se juntaram e plantaram muitas árvores que vão contribuir para facilitar a proteção da nossa floresta.

Realcei os projetos que o Distrito e/ou os nossos clubes estão a desenvolver em Moçambique, em Cabo Verde e em São Tomé e Príncipe. Os projetos de apoio a comunidades locais, em Portugal.

Enfim, dei a conhecer o muito que os rotários portugueses desenvolvem ao longo dos anos. Rotary tem uma visão mundial, não uma visão local. Onde for necessário, Rotary está presente.

Antes do painel em que eu fiz a minha intervenção falou o Professor Pacheco Pereira. A sua intervenção foi brilhante. Realçou o que todos nós sabemos e temos que admitir: há alturas em que é necessário fazer caridade. O ideal seria não ser necessário, mas não podemos meter a cabeça na arei porque às vezes é um imperativo de qualquer um de nós.

De caridade falou a “Dona Antónia”. Disse que fez muita caridade, para lá de tudo o que fez pela agricultura e agricultores do Douro. Foi muito interessante ouvi-la. A atriz que a representou mostrou bem a genica que ela tinha. Foi um momento muito interessante.

Um abraço de muita amizade


Partilhar

Por favor aguarde...
Total de Visitas da Página: 16
Total de Visitas do Website: 223646

sem comentários

Deixe um comentário