Manuel António Pina

 

“O poder é um vaso frágil, e mais frágil quando é (e, de certa maneira, é-o sempre) ficção. Protege-se com a distância e a aparência, e alimenta-se de imagens que devolvem infinitamente a sua própria imagem”

Manuel António Pina nasceu a 18 de Novembro de 1943 no Sabugal e faleceu no porto a 19 de Outubro de 2012, no Hospital de São João, Porto. Foi jornalista e escritor, tendo sido galardoada em 2011 com o Prémio Camões.

Licenciou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Foi jornalista do Jornal de Notícias durante mais de 30 anos. Foi cronista desse mesmo jornal e da revista Notícias Magazine.

A sua obra incidiu principalmente na poesia e na literatura infanto-juvenil, embora tenha escrito também diversas peças de teatro e de obras de ficção e crónica. Algumas dessas obras foram adaptadas ao cinema e TV e editadas em disco.

Está traduzido em França (francês e corso), Estados Unidos, Espanha (espanhol, galego e catalão), Dinamarca, Alemanha, Países Baixos, Rússia, Croácia e Bulgária.

A 9 de Junho de 2005 foi feito Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

 

Fonte: Wikipedia

Partilhar

Por favor aguarde...
Total de Visitas da Página: 5
Total de Visitas do Website: 228297

sem comentários

Deixe um comentário