Jorge Pires

Caras Amigas

Caros Amigos

Hoje vou falar-vos do Jorge Pires.

Conheci-o na caminhada de Vila de Ala, de 2017.

Eu participei na caminhada e o Jorge no Passeio BTT, Rota das Bolas. Encontrámo-nos na zona do “reforço” alimentar. Começámos a conversar e passados alguns minutos eu já estava fascinado pela história de vida do Jorge. Começou nesse momento a minha admiração por ele.

Após esse dia falei muitas com ele o que fez aumentar essa consideração pela pessoa que ele é.

O Jorge, com todo o mérito, merece um lugar na minha rubrica PERSONALIDADES&INSTITUIÇÕES, do meu Site pessoal cujo link é: www.manuelcordeiro.net

Em breve podem encontrar lá este texto. Verão como ele ombreará com instituições e pessoas de grande relevo.

No texto de 10 páginas que ele escreveu sobre a sua vida e que ele tem divulgado na medida em que lhe é possível, descreve-a com uma grande clareza e com um realismo a que nenhum de nós fica indiferente.

Ele toca nos pontos fundamentais que podem levar um jovem a cair numa situação degradante, mas diz como saiu dessa situação, que é o mais importante.

Fala no facto de ele ter sido independente desde muito novo: a independência que muitos jovens pretendem, a importância das mães, dos irmãos e outros familiares, os amigos, o reconhecimento de que se tem um problema, a confrontação com a, por vezes terrível, indiferença, o cair numa cama do hospital com a vida a “fugir-lhe”, o conselho e as recomendações dos médicos, etc.

Se tivermos um bom ambiente familiar e um bom auto controlo, tornamo-nos mais felizes e, assim, podemos ser bons para nós e também para as outras pessoas.

Sempre que tem oportunidade, o Jorge passa para os jovens a sua luta e determinação para voltar a ter uma vida saudável e considerada normal.

Para sair do inferno em que viveu, o primeiro passo foi reconhecer que tinha um problema. Após isso, precisou de criar condições para se libertar desse problema. Como? Com a ajuda de três pilares: o emprego como Fiel de Armazém do Município de Mogadouro, a família e o clube de BTT, MONÓPTEROS BICKERS.

Quem acompanha o Jorge no Facebook, não tem quaisquer dúvidas de que a prática do desporto foi um grande pilar na sua recuperação.

Há uns meses, realizou-se a 2ª etapa da II Volta ao Nordeste, em Bicicleta. Foi um Contra Relógio com uma extensão de 7 km, com início no Aeródromo de Mogadouro e terminando na Avenida da Senhora do Caminho. Como adepto do ciclismo, gostei muito de ver e ouvir o Jorge ser entrevistado pelo speaker da prova. Com palavras simples, mostrou ser um grande exemplo para os jovens. Disse-lhes, entre outras coisas: praticar desporto é muito importante para mim e, portanto, também o será para vós, jovens. Olhai para o meu presente e para o meu futuro. Não olheis para o meu passado.

Este texto é uma homenagem que eu faço ao Jorge, porque o considero digno dela e de muito mais.

O seu exemplo de recuperação para a vida, deve ser divulgado juntos dos adolescentes. E ele assim o deseja.

Para si, Jorge, deixo aqui um GRANDE ABRAÇO de MUITA AMIZADE.

O seu amigo,

Manuel Cordeiro

Por favor aguarde...

sem comentários

Deixe um comentário

%d bloggers like this: