Vargas Llosa

"A literatura light, como o cinema light e arte light, dá a impressão cómoda ao leitor e ao espectador de ser culto, revolucionário, moderno, e de estar na vanguarda com um mínimo de esforço intelectual. Deste modo, essa cultura que se pretende avançada e de rutura, na verdade propaga o conformismo através das suas piores manifestações: a complacência e a autossatisfação".

 

Vargas Llosa nasceu numa família da classe média, em Arequipa a 28 de Março de 1936. É escritor, jornalista, ensaísta, nobre (foi 1º Marquês de Vargas Llosa). Era o único filho de Ernesto Vargas Maldonado e de Dora Llosa Ureta, que se separaram após cinco meses de casamento, pelo que não conheceu o pai até os dez anos de idade. Viveu algum tempo da sua infância em Cochabamba, na Bolívia, tendo-se mudado em 1946 para Lima, capital do Peru. Foi aqui que conheceu o pai.

Entretanto os pais reconciliaram-se e, durante sua adolescência, a família continuará vivendo ali.

Ao completar 14 anos, ingressou, por vontade paterna, no Colégio Militar Leôncio Prado, em La Perla, como aluno interno, ali permanecendo por dois anos. Essa experiência será o tema do seu primeiro livro – La ciudad y los perros("A cidade e os cachorros", em tradução livre), publicado no Brasil como "Batismo de Fogo" e, posteriormente, como A cidade e os cachorros.

Em 1953 é admitido na tradicional Universidade Nacional Mayor de San Marcos, em Lima, a mais antiga da América. Ali estudou Letras e Direito, contra a vontade de seu pai.

Aos 19 anos, casou-se com Julia Urquidi, irmã da mulher de seu tio materno, e passa a ter vários empregos para sobreviver: atua como redator mas também fichando livros e até mesmo revisando nomes em túmulos nos cemitérios. Em 1958 recebe uma bolsa de estudos "Javier Prado" a vai para a Espanha, onde se doutora em Filosofia e Letras, na Universidade Complutense de Madrid. Após isso vai para a França, onde vive durante alguns anos. Em 1964 divorcia-se de Júlia e em 1965 casa-se com a prima Patrícia Llosa, com quem tem três filhos Álvaro, Gonzalo e Morgana.

Foi Nobel da Literatura em 1910.

Fonte: Wikipedia

Partilhar

Por favor aguarde...
Total de Visitas da Página: 2
Total de Visitas do Website: 225107

sem comentários

Deixe um comentário