Representanto do Presidente de Rotary International

 

    

Texto publicado no jornal "A Voz de Trás-os-Montes"

No dia 24 saí em direção a Huesca, Aragão, Espanha, na companhia da minha esposa, a fim de representarmos o Presidente de Rotary International, Kalyan Banerjee e sua esposa Binota, na Conferência do Distrito 2202, cujo Governador é José Mesa do Rotary Club de El Prat, e sua esposa Mari Carmen.

Tivemos uma viajem tranquila e feita a muito bom ritmo. À nossa espera estava o Pedro Galbanys, do Rotary Club de Mataró e sua esposa Angelina, que nos acompanharam durante os dias em que estivemos na conferência.

Tivemos oportunidade de conviver com alguns amigos que já conhecíamos e fazer novos amigos. Foram três dias em que se viveu Rotary e se trocaram ideias para futuras parcerias para implementar projetos de apoio social, talvez o principal objetivo de Rotary.

Nas minhas intervenções destaquei os valores de Rotary, o serviço, o companheirismo, a diversidade, a integridade e a liderança. Enquanto rotários é nosso dever viver estes valores, diariamente. Falei nas Ênfases Presidenciais para este ano rotário iniciado em 1 de Julho de 2011 e que termina em 30 de Junho de 2012. O Presidente Banerjee escolheu a Família, a Continuidade e a Mudança. Quero realçar a escolha da Família, que deve desempenhar um papel cada vez mais importante, em Rotary. A família é o cimento da comunidade. Para termos um mundo mais feliz temos que assegurar a felicidade das famílias. Muitos dos problemas que o mundo vive devem-se ao facto de a família estar em crise. Não é possível ter bons governantes se não vivem no seio de uma família bem estruturada, que viva em harmonia. Rotary pode ajudar a mudar esta situação. Nós, os rotários, temos aí uma grande responsabilidade. Temos que envolver cada vez mais as nossas famílias e as dos nossos amigos, na vida rotária.

Falei do quadro social e da adaptação de Rotary à realidade de hoje, da Fundação Rotária e da necessidade de continuarmos a fazer doações para que esta possa cumprir os seus objetivos que se centram no apoio a projetos dos clubes e a projetos para os jovens. Falei do futuro de Rotary e das novas gerações. Hoje é muito difícil ser jovem. Não há empregos nem esperança no futuro. Rotary pode representar uma esperança para eles. Permite-lhes pertencer aos clubes de jovens, ROTARACT e INTERACT e participar nos intercâmbios de Jovens que lhes permitem passar períodos que podem chegar a um ano, em países com culturas diferentes, fazendo amigos, aprendendo a falar novas línguas. Um jovem americano que participa num intercâmbio em Zaragoza disse, num espanhol perfeito, que estava “fazendo amigos para sempre”.

Ao programa END PÓLIO NOW dediquei uma parte das minhas intervenções, incentivando todos os rotários do D 2202 a continuar a fazer doações para que consigamos que na terra deixe de haver crianças com o vírus da pólio. Oxalá que na Convenção de Lisboa em 2013 seja possível anunciar publicamente um MUNDO SEM PÓLIO.

Termino congratulando-me com a presença das autoridades civis de Aragão e de Huesca, nomeadamente a Senhora Alcaldesa.

Manuel Cordeiro

Partilhar

Por favor aguarde...
Total de Visitas da Página: 3
Total de Visitas do Website: 230111

sem comentários

Deixe um comentário