ManuelCordeiro.net

Switch to desktop Register Login

A Irmandade Militar de Nossa Senhora da Conceição

IMNSC – Irmandade Militar de Nossa Senhora da Conceição

Desde o dia 26 de Setembro de 2009, sou membro desta Irmandade. Trata-se de uma “Associação de Fiéis, com personalidade jurídica pública, erigida na Diocese de Lamego, pelo seu Bispo, tendo como sede a Igreja de Santa Cruz, na mesma cidade, em Portugal”.

Os seus membros são “católicos, militares e civis, que norteiam o seu proceder no respeito pela tradição castrense, pela prática das nobres virtudes militares e que assumem a sua realização como homens e mulheres de fé e de acção no seio da Santa Igreja, no pleno exercício da caridade e na fidelidade constante ao seu Magistério”.

Foi fundada após a expulsão das ordens religiosas, em meados do século XIX. Inicialmente designava-se Irmandade de Nossa Senhora da Conceição.

Há alguns anos, foi reestruturada e dinamizada por militares da Guarnição Militar de Lamego com apoio do Bispo da Diocese, recomeçando a sua actividade com a missão religiosa reforçada e dotada de objectivos concretos em total comunhão com o Magistério da Igreja, concretamente no apoio aos mais desfavorecidos.

Entre as tarefas inerentes à Irmandade encontram-se, “velar pela formação dos seus membros, mandar rezar missa por alma dos militares mortos ao serviço da Pátria, dos membros da Irmandade e dos seus familiares e apoiar a formação de sacerdotes”.

Das acções de solidariedade já levadas a cabo estão a concessão de bolsas de estudo a seminaristas, apoio à Missão dos Padres Jesuítas em Timor, apoio a serviços médicos em Moçambique, Angola, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe, apoio a pessoas necessitadas e apoio voluntário diverso em alguns hospitais.

A médio prazo, o grande objectivo é a abertura de um Centro de Repouso e Tratamento para doentes de Alzheimar.

Com objectivos tão nobres e na qualidade de católico praticante e oriundo de uma família transmontana de tradições católicas, facilmente se compreende que me sinta orgulhoso em ser um dos seus membros.

Aceitem um abraço do,

Manuel Cordeiro