ManuelCordeiro.net

Switch to desktop Register Login

Encontro de Amigos de Sá da Bandeira, Angola

 

Foi no já longínquo ano de 1960 que chegaram a Sá da Bandeira, Angola, três famílias oriundas do Algarve, Alentejo e Trás-os-Montes. Ainda não havia guerra e, tudo indicava, seriam tempos de paz e de muita felicidade, principalmente para os mais jovens, ainda crianças, inebriados pelo clima e pela imensidão do território com que se depararam.

Foram para lá porque o cumprimento das obrigações dos pais, enquanto militares de carreira, assim o exigia. Apesar de não se conhecerem, depressa fizeram amizade no bairro militar, arredores da cidade, onde passaram a viver.

Todos os dias, no autocarro que os conduzia ao Liceu e os trazia de volta, conviveram durante cerca de cinco anos. Não admira pois que a amizade crescesse e perdurasse até hoje, já lá vão quase cinquenta anos.

Entretanto tudo se alterou com o aparecimento da guerra. No entanto a amizade entre todos fortaleceu-se ainda mais. Muitos dias e noites tiveram que estar alerta e seguir à risca as indicações de segurança exigidas a todos. Depois foi o regresso ao continente indo cada um para seu lado. O Fernando foi para a Academia Militar tendo sido Pára-quedista e vivendo em Tomar. A Fátima regressou a Lagos, Algarve, terra de seus pais, onde exerceu a actividade de professora e onde ainda vive hoje. O seu irmão, Zé Correia, ficou-se por Lisboa, tendo também frequentado a Academia. Licenciou-se em Engenharia Civil. O Teodorico, alentejano de Elvas, serviu sempre nas Finanças, na região de Lisboa. A Maria Antónia foi Professora do Ensino Básico, tendo passado os últimos vinte anos em Vila Real.

No Sábado, em Vila Real, teve lugar o terceiro encontro anual, depois de Tomar e de Lagos, no Algarve. Foi um dia muito bem passado onde se recordaram episódios, se viram fotografias de então, quer pessoais que da linda cidade de Sá da Bandeira. As recordações dos dias passados na piscina, mereceram atenção especial. Enfim, passaram-se em revista os cerca de cinco anos de vida em comunidade.

Para todos os presentes, em especial para a Maria Antónia e para o Fernando, foi também recordada a sua irmã mais nova, Milú, que faleceu, vítima de acidente enquanto num brincava num baloiço da Parque Infantil da Senhora do Monte. Tinha 3 anos de idade. Em sua homenagem, o parque passou ter o seu nome.

Durante a tarde visitaram São Leonardo da Galafura e a barragem de Bagaúste. A amizade reforçou-se e o 4º Encontro os reunirá de novo.

Manuel Cordeiro