ManuelCordeiro.net

Switch to desktop Register Login

Clarice Lispector

 

“Ainda bem que sempre existe outro dia

E outros sonhos.

E outros risos.

E outras pessoas.

E outras coisas”.

 

Clarice Lispector, nasceu com o nome de Haia Pinkhasovna Lispector, em Tchetchelnik, Ucrânia a 10 de Dezembro de 1920 enquanto seus pais percorriam várias aldeias da Ucrânia devido à perseguição aos judeus durante a Guerra Civil da Rússia de 1918-1921 e faleceu no Rio de Janeiro a 9 de Dezembro de 1977. Foi uma escritora e jornalista naturalizada brasileira.

De origem judaica, Clarice foi a terceira filha de Pinkouss e de Mania Lispector.

A sua família chegou a Bragança Paulista em Março de 1922 sendo recebida por Zaina, sua tia materna e o marido desta José Rabin. Por iniciativa do seu pai todos mudaram de nome, exceto Tânia, sua irmã. Ela passou a chamar-se Clarice..

Começou a escrever logo que aprendeu a ler, na cidade do Recife onde passou parte da sua infância no bairro da Boa Vista. Estudou no Ginásio Pernambucano de entre 1932 e 1934. Falava vários idiomas, entre eles o francês e o inglês.

Em 25 de Maio de 1940, com apenas 19 anos, publicou o seu primeiro conto na Revista Pan.

Formou-se em 1943 e casou com o colega Maury que foi diplomata e tiveram dois filhos.

Aceitem um abraço do amigo,

Manuel Cordeiro

Fonte: Wikipedia