Simone de Beavoir

 

“Que nada nos limite. Que nada nos defina. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância”

 

Simone de Beauvoir nasceu em Paris a 9 de Janeiro de 1908 e ali faleceu a 14 de Abril de 1986, de pneumonia. Está enterrada no túmulo de Jean-Paul Sartre, no cemitério de Montparnasse.

Foi escritora, filósofa existencialista e feminista. Escreveu romances, monografias sobre filosofia, política, sociedade, ensaios, biografias e uma autobiografia.

Era a mais velha de duas filhas de Georges Bertrand de Beauvoir, um advogado em tempo integral e ator amador, e Françoise Brasseur, uma jovem mulher de Verdun.

Era uma criança atraente, mas mimada, teimando em obter o que queria, tendo sido o centro das atenções da sua família.

 Em 1909, o seu avô materno, Gustave Brasseur, presidente do Banco Meuse, faliu, jogando toda a sua família na desonra e na pobreza tendo-se esta mudado para um apartamento menor.

Foi professora de filosofia até 1943 em escolas de diferentes localidades francesas, como Rouan e Marselha.

 

Fonte: Wikipedia

Partilhar

Por favor aguarde...
Total de Visitas da Página: 1
Total de Visitas do Website: 225099

sem comentários

Deixe um comentário