Rajneesh Chandra Mohan Jain (Osho)

 “Sempre que houver alternativas, tenha cuidado. Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso.
Opte pelo que faz o seu coração vibrar. Opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as consequências
”.

 

Rajneesh Chandra Mohan Jainn, mais conhecido por Osho, nasceu em Kuchwada, Madhya Pradesh, Índia no dia 11 de Dezembro de 1931 e faleceu a 19 de Janeiro de 1990. Foi fundador de um movimento filosófico-místico, primeiro na sua terra natal e mais tarde nos Estados unidos.

Filho mais velho de um modesto mercador de tecidos, passou os sete primeiros anos de sua infância com seus avós. A sua intensa busca espiritual chegou a afetar a sua saúde a ponto de seus pais e amigos recearem que ele não vivesse por muito tempo. Após a morte do avô, Osho foi viver com seus pais para Gadawara.  Sua avó mudou-se para a mesma cidade, permanecendo como sua mais dedicada amiga até falecer em 1970, tendo se declarado discípula do neto.

Osho graduou-se em Filosofia na Universidade de Sagar, com as honras de "primeiro lugar".Em maio de 1981, deixou de falar e iniciou uma fase de "comunhão silenciosa de coração-a-coração", enquanto o seu corpo, seriamente enfermo, com graves problemas de coluna, descansava. Tendo em vista a possibilidade de que fosse necessária uma cirurgia de emergência, foi levado aos Estados Unidos. Seus discípulos americanos compraram um rancho no deserto do Oregon e convidaram-no a ir para lá, onde recuperou-se rapidamente.

Em 29 de outubro de 1985, foi preso em Charlotte, Carolina do Norte, sem um mandado de prisão. Sua viagem de volta ao Oregon, onde seria julgado – normalmente um vôo de cinco horas – demorou oito dias. Por alguns dias ninguém soube do seu paradeiro. Em meados de novembro desse ano, os seus advogados aconselharam-no a confessar-se culpado por duas das trinta e quatro "violações de imigração" das quais era acusado, para evitar que a sua vida corresse maiores riscos às mãos do sistema jurídico americano. Osho concordou. Foi multado e obrigado a deixar os Estados Unidos, com retorno proibido pelos próximos cinco anos.

Osho faleceu em 19 de janeiro de 1990. Algumas semanas antes dessa data, foi-lhe perguntado o que aconteceria com seu trabalho quando ele partisse. Ele disse: "Minha confiança na existência é absoluta. Se houver alguma verdade naquilo que estou dizendo, isso irá sobreviver… As pessoas que permanecerem interessadas em meu trabalho irão simplesmente carregar a tocha, mas sem impor nada a ninguém…"

 

Fonte: Wikipedia

Partilhar

Por favor aguarde...
Total de Visitas da Página: 7
Total de Visitas do Website: 225103

sem comentários

Deixe um comentário