Marlon Brando

 

 

"Um excesso de êxito pode arruinar um homem tão irremediavelmente quanto um excesso de fracasso."

 

Descendente de imigrantes irlandeses, Marlon Brando era o filho mais novo de Marlon Brando Sr., um vendedor de carbonato de cálcio, e de Dorothy Pennebaker, professora de teatro.

Chegou a frequentar a Academia Militar, em Shattuck, mas teve problemas num dos joelhos, ao jogar futebol, e acabou por ser expulso por indisciplina. Em 1943, decidiu ir para Nova York, onde se matriculou num curso de teatro. Estreou-se na Broadway no ano seguinte, com a peça "I Remember Mama", que foi um grande sucesso. Como um jovem ator da Broadway, Brando recebeu vários convites para fazer testes para o cinema, mas preferiu continuar em Nova York. O seu maior sucesso no teatro foi com a peça de Tennessee Williams, "Um Comboio Chamado Desejo".

Em 1950 estreou-se em Hollywood no papel principal do filme de Fred Zinnemann, "The Man", ao lado de Teresa Wright. Na ocasião foi indicado ao Oscar de Melhor Ator, tendo perdido a estatueta para Humphrey Bogart.

A partir daí, Brando acumulou sucesso após sucesso, sendo oito vezes indicado ao Oscar de Melhor Ator, e agraciado com duas estatuetas pelos seus trabalhos em "Sindicato de Ladrões", de Elia Kazan, e "O Poderoso Chefão", de Francis Ford Coppola.

Em 11 de Outubro de 1957, casou com a atriz Anna Kashfi, de quem se divorciou.

Marlon Brando é considerado o maior ator de cinema de todos os tempos, rivalizado apenas por Laurence Olivier. Ao contrário deste último, que preferiu dedicar-se mais ao teatro, Brando concentrou o seu talento no cinema, após sua ligeira passagem pelos palcos da Broadway.

 

Partilhar

Por favor aguarde...
Total de Visitas da Página: 9
Total de Visitas do Website: 229722

sem comentários

Deixe um comentário